Tech Zone

Você tem esse “FURINHO NA ORELHA”? Então precisa saber disso imediatamente

Você tem esse “FURINHO NA ORELHA”? Então precisa saber disso imediatamente
Imagem: Reprodução

Todo mundo provavelmente já viu alguém que possui um furinho na orelha, bem pequeno, localizado bem na parte entre a cartilagem e o rosto. Mas se você passou a vida inteira acreditando que aquele orifício era por causa de um piercing retirado, estava completamente errado.

De acordo com o que diz a ciência, aquele furinho na orelha foi nomeado de seio pré-auricular. Trata-se de uma desordem congênita que passa toda a vida do ser humano lá e costuma ser completamente inofensiva.

Imagem – Reprodução – Site Blasting News

Apesar disso, caso algum corpo estranho entre no seio pré-auricular, há uma possibilidade de que o mesmo acabe infeccionando e somente aí poderia causar sérios problemas, necessitando da ajuda de antibióticos para ser tratada.

Os cientistas estipulam que o seio pré-auricular o famoso furinho na orelha afete uma pequena parte das pessoas do mundo, vindo a ocorrer em 0,1% da população dos Estados Unidos, 0,9% no Reino Unido, de 4% a 10% na África e Ásia e entre os habitantes da Coreia do Sul ultrapassa os 5%.

A desordem pode acontecer tanto em mulheres quanto em homens e geralmente já pode ser vista pouco depois do nascimento. Devido ao fato de que essa estrutura é encontrada em todos os seres vertebrados durante o desenvolvimento no útero, parte dos estudiosos imaginam que ela se trata de resíduo evolutivo.

Para Neil Shubin, biólogo, o seio pré-auricular seria “sobras remanescentes das brânquias dos peixes”. Contudo, a hipótese levantada pelo cientista ainda não recebeu uma comprovação, o que não significa que esteja completamente errada.

Em síntese, não há grandes motivos para preocupação devido ao seio pré-auricular. Entretanto, caso ocorra uma infecção, ela precisa ser tratada com a ajuda de um médico.

Via Diário Informativo BR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Prefeitura de Jatobá