Tech Zone

RIO DE JANEIRO: Motorista de APP relata à polícia que idoso estava vivo durante trajeto a banco

RIO DE JANEIRO: Motorista de APP relata à polícia que idoso estava vivo durante trajeto a banco
Motorista de APP relata à polícia que idoso estava vivo durante trajeto a banco

RIO DE JANEIRO – Motorista de APP relata à polícia que idoso estava vivo durante trajeto a banco! Um caso intrigante envolvendo um motorista de aplicativo e um idoso durante um trajeto a banco no Rio de Janeiro tem gerado discussões e especulações.

Relato do Motorista de APP

O motorista de app que transportou a mulher suspeita de levar um idoso já morto para sacar um empréstimo em um banco em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro, relatou à polícia que o homem estava vivo durante o trajeto.

Segundo o motorista, o idoso até chegou a segurar na porta do carro no momento do desembarque, no estacionamento de um shopping no bairro.

Prefeitura de Jatobá

Detalhes do Incidente

Érika de Souza Vieira Nunes, 43 anos, teria colocado o idoso em uma cadeira de rodas após o desembarque do veículo, mas eles não foram deixados na agência bancária devido à proibição de acesso de veículos ao local.

O motorista encerrou a corrida no shopping a pedido de Érika. Uma testemunha que ajudou a colocar o idoso no veículo também confirmou em depoimento que o homem estava vivo.

Posicionamento do Laudo de Necropsia

O laudo de exame de necropsia não confirmou se o idoso morreu antes de chegar ao banco ou no local. O documento afirma que não há “elementos seguros” para determinar o momento exato da morte e indica que o homem pode ter falecido até sete horas antes da gravação do vídeo na agência bancária.

Implicações Legais e Sociais

O caso levanta questões sobre a responsabilidade dos envolvidos e as implicações legais e sociais de suas ações. A defesa de Érika, presa em flagrante, afirma que o idoso estava vivo quando foi levado ao banco e que ela estava atendendo a um pedido dele para sacar o dinheiro.

O relato do motorista de aplicativo à polícia sobre o idoso estar vivo durante o trajeto a um banco no Rio de Janeiro lança luz sobre uma situação complexa e delicada.

À medida que a investigação continua, é fundamental examinar cuidadosamente todas as evidências disponíveis e considerar as implicações legais e sociais desse incidente.

 

 

Redação Portal Jatobá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.