Tech Zone

Moeda de 1 real pode valer até R$ 10 mil

Moeda de 1 real pode valer até R$ 10 mil
Imagem: Reprodução

Moeda de 1 real pode valer até R$ 10 mil – O que muitas pessoas não podem nem podem imaginar é que uma única moeda de um real pode valer até 10 mil reais hoje em dia.

Apesar de parecer bobagem para muitas pessoas, os colecionadores do item podem pagar até R$ 10 mil por uma moeda rara de 1 real. 

A moeda a que nos referimos faz parte da coleção lançada em 2016 para as Olimpíadas e possui impressa a passagem da tocha de Londres, onde ocorreram as Olimpíadas de 2012, para o Brasil em 2016. A coleção criada para o evento esportivo contém 16 moedas, algumas mais raras que outras. 

A coleção comemorativa das Olimpíadas

A coleção lançada pelo Banco Central do Brasil em comemoração aos Jogos Olímpicos possui 16 moedas em circulação, representando diversas modalidades olímpicas ou paraolímpicas. Vale informar que todas as moedas em circulação são de R$ 1 real, no entanto, o valor pode ser maior para colecionadores. 

A moeda mais rara desta coleção associada às Olimpíadas 2016 é a que representa a passagem da tocha da Inglaterra para o Brasil, onde foi sediado o evento. Essa moeda é a mais antiga e portanto, a mais rara e valiosa. 

O Banco Central começou a emitir coleção das Olimpíadas em 2012 e distribuiu para a população cerca de 2 milhões de exemplares. As moedas só deixaram de ser fabricadas no ano de 2016, ano dos Jogos Olímpicos no país. Sendo assim, o preço para colecionadores pode variar de acordo com a raridade e estado de conservação da moeda.

O que é uma moeda rara?

Apesar de parecer estranho para algumas pessoas, colecionar moedas ou cédulas é um hobby bastante comum.

As moedas raras, também conhecidas como moeda de colecionador, são definidas de acordo com alguns critérios como: quantidade de moedas impressas, ano de emissão, material e até mesmo onde a moeda foi fabricada. 

Como já dito acima, diversos fatores podem interferir no valor final de uma moeda rara. Sendo assim, o estado de conservação do item pode fazer com que o preço mude. As moedas com menos sinais de uso, ou seja, com menos arranhões, pouco sinais de desgaste e mais brilho valem mais do que as moedas menos conservadas. 

Outro fator levado em consideração é a raridade da moeda. Como citamos anteriormente, todas as moedas lançadas na coleção das Olimpíadas são colecionáveis, no entanto, a mais rara delas -e consequentemente mais procurada entre colecionadores- acaba valendo mais nesse mercado.

Isso significa que as moedas que foram impressas em maior quantidade valem menos para colecionadores, pois é mais fácil de encontrá-las. 

A raridade do item tem relação direta com a oferta e demanda. Como já dito anteriormente, apesar de algumas moedas serem raras, a procura pelo item interfere no preço final.

Vale informar que é possível comprar ou vender moedas raras em diversos sites como o Mercado Livre.

Além disso, no site do Banco Central do Brasil os colecionadores de moeda ou pessoas interessadas nesse ramo podem fazer um cadastro para receber por e-mail informações relativas a lançamentos de coleções comemorativas. O serviço é gratuito e o cadastro é bastante simples e rápido. 

 

Via Notícias e Concursos

Portal Jatobá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Prefeitura de Jatobá