Conheça e veja como funciona o “SAQUE PIX TROCO”

0
Conheça e veja como funciona o
Foto: Divulgação

O PIX tem se tornado um dos principais métodos de transferência instantânea, no Brasil. O mesmo foi desenvolvido pelo Banco Central, ainda no fim do ano passado, para facilitar as transações financeiras da população. E com isso, vem ganhando cada vez mais força no país. Tanto que cada vez mais derivações e vertentes surgem deles.

Como é o caso do saque PIX troco, que possui duas funcionalidades diferentes. Neste artigo, estaremos falando um pouco mais a respeito deste assunto. Principalmente qual é a diferença de cada um, como usar, e a partir de quando estará disponível.

Saque PIX troco: como funciona o PIX

Antes de explicar como o saque PIX troco funciona, é necessário falar mais a respeito do PIX. O mesmo é um novo sistema de transação financeira desenvolvido pelo Banco Central. Por meio deste, poderá efetuar envio ou recebimento de dinheiro utilizando seu aplicativo celular. E este indefere a respeito de qual instituição bancária a outra pessoa tenha.

Sem falar que não há nenhuma taxa para a transferência, diferentemente de TED ou DOC. Além disso, pode ser feito também a qualquer hora, e a qualquer dia da semana. Mesmo se for em um feriado. A transferência cai na hora, em poucos segundos. É literalmente 24 horas por dia, sete dias por semana.

Saque PIX troco: como funcionará

Se você tem interesse em saber como o saque PIX troco funcionará, saiba que existirão duas funções diferentes. A de fazer saques, e a de receber trocos. No caso, ambos serviços deverão começar a funcionar apenas no segundo semestre deste ano de 2020. Até porque o, Banco Central ainda está em uma fase de consulta pública, para saber a opinião da população, e também dos estabelecimentos. Disso, será necessário aguardar os comunicados oficiais da instituição bancária, para termos certeza a respeito de uma data para tal. De resto, já foi divulgado como estes serviços deverão funcionar e serem úteis à população.

O primeiro do saque PIX troco, destinado para saques apenas, será exatamente como já funciona hoje, para o caixa eletrônico. Entretanto, este agora deverá ser sem custos ou taxas, também com a quantia saindo da conta na mesma hora. Enquanto que o troco está associado a uma compra ou a uma prestação de serviço. Disso, as empresas terão que oferecer uma leitura de QR Code, bastando apenas a pessoa aproximar seu aplicativo no celular e digitar a senha do app, para efetuar a transferência. Isso servirá para eliminar cartões e até mesmo dinheiro físico, em um futuro muito próximo.

Limites disponibilizados

Só que claro, haverá limites referentes ao saque PIX troco. Como por exemplo, os usuários só poderão realizar quatro saques gratuitos por mês. A partir disso, a pessoa pagaria por conta própria a taxa que costuma ser cobrada, normalmente, pelas instituições bancárias.

E sem falar que, a princípio, o valor máximo que poderia ser sacado pelo PIX seria apenas de R$ 500,00. Com o passar do tempo este número pode aumentar, mas, até o momento, para início, esta será a quantia. Agora resta aguardar quando começar a valer oficialmente.

Fonte: Economia SC/Pedro Henrique

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui