Tech Zone

Band está próxima de tirar a transmissão do UFC BRASIL da Rede Globo

Band está próxima de tirar a transmissão do UFC BRASIL da Rede Globo
Foto: Reprodução/Site ESPN

Band está próxima de tirar a transmissão do UFC BRASIL da Rede Globo. Depois da F1, Grupo Bandeirantes estaria muito próximo de tirar a maior organização do MMA mundial da Globo. Informação é de site norte-americano especializado em MMA.

Segundo informações do site norte-americano MMA Fighting, especializado em notícias do mundo das Artes Marciais Mixtas (MMA, na sigla em inglês), a Band está negociando a compra dos direitos de transmissão do Ultimate Fighting Championship (UFC), para o período 2023-2026. A notícia não foi confirmada por nenhum executivo da empresa até o momento. 

A notícia surge depois que a maior organização de MMA do planeta anunciou um plano de lançar no país a sua própria plataforma de streaming, visando a transmissão online de seus eventos – a chamada Fight Pass. A notícia não agradou em nada a Globo, tornando ainda mais complicadas as negociações para a renovação do contrato atual com o UFC.

Dona dos direitos de transmissão do UFC no Brasil até o final de 2022, por meio de seu canal pay-per-view Combate, a Globo não vê com bons olhos a competição pelo públicos fã de MMA com uma plataforma online que pretende transmitir os principais eventos da organização por preços ainda mais baixos que os cobrados atualmente aos seus assinantes – é possível assinar o Combate por 39,90, nos planos mais básicos.

Por seu turno, sempre de acordo com o MMA Fighting, o UFC não enxerga qualquer problema em lançar o Fight Pass no Brasil a partir de 2023, uma vez que ainda considera ser importante assinar um acordo de rede de TV para assegurar a expansão de sua marca no país.

Da mesma forma, o site norte-americano, informou que vários outros grupos de mídia brasileiros também estão interessados na negociação dos direitos televisivos do UFC. No entanto, as tratativas entre a organização e a Band estariam em uma fase mais adiantada que todas as demais.

A reportagem do MMA Fitghting, assinada pelo jornalista brasileiro Guilherme Cruz, lembra que a Band tem adotado uma estratégia agressiva no que diz respeito à aquisição dos direitos de transmissão de eventos esportivos internacionais. Recentemente, o canal de TV paulista renovou até 2025 seu contrato com a Fórmula 1, cujos direitos pertenceram à Globo nas últimas quatro décadas. 

O grupo Bandeirantes, conglomerado de comunicação ao qual a Band peryence, também detém os direitos de transmissão dos jogos da NBA na TV aberta brasileira.

Oferta do UFC

Para compensar uma possível chegada do Figth Pass ao Brasil em 2023, o UFC estaria oferecendo um pacote de transmissões muito interessantes para a Band. A organização disponibilizaria ao menos 12 eventos principais por ano, com cards encabeçados por lutadores brasileiros, para a transmissão em TV aberta. 

A Globo teria recebido essa mesma oferta, mas não demonstrou interesse, uma vez que sua estratégia é de direcionar seu conteúdo esportivo cada vez mais pata seus canais fechados e de pay-per-view (pague para ver). As negociações do UFC com a ESPN Brasil, que transmite as lutas do Bellator no país, também não avançaram.

O UOL, um dos portais de notícias mais acessados no Brasil, também está negociando com o UFC. Embora não haja maiores detalhes sobre qual o interesse da empresa no negócio, o fato do site da Band estar hospedado na plataforma do UOL pode ter influência em um eventual acordo.

Acordo com fenômeno brasileiro

Ao mesmo em que negocia acordos com empresas de mídia tradicional no Brasil, o UFC também está de olho nas redes sociais. O último avanço nessa área foi a parceria assinada com a sensação brasileira Gaules, um dos maiores streamers da internet mundial.

De acordo com a MMA Fighting, a organização foi atraída pelos números impressionantes registrados pelo Gaules na plataforma de streaming Twitch: uma média de 708.000 visualizações simultâneas, 3,6 milhões de assinantes  e 405 milhões de visualizações totais. Patrocinado pela Nike, Gaules também transmite jogos da NBA.

Segundo o TwitchTracker, o streamer brasileiro chega a transmitir 22 horas de conteúdo por dia, totalizando 281.551 horas de visualização diária.

 

 

Via Sales Coimbra, com informações MMA Fighting/DOL

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.