URGENTE: Ômicron chegou ao Brasil; segundo a Anvisa dois brasileiros testaram positivo para a nova cepa

0
URGENTE: Ômicron chegou ao Brasil; segundo a Anvisa dois brasileiros testaram positivo para a nova cepa
Imagem de enriquelopezgarre por Pixabay

O Brasil entrou, na tarde desta terça-feira (30), para a lista de países com registros de infecções pela ômicron, a nova variante do coronavírus descoberta na África do Sul.

Amostras laboratoriais de dois brasileiros que estavam em São Paulo testaram positivo para a nova cepa, segundo informou a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Os testes foram realizados no laboratório Albert Einstein e passarão por uma contraprova para confirmação do resultado, que ainda é preliminar.

Os exames com resultado positivo foram realizados em um casal que desembarcou no aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, no dia 23, de um voo que partiu da África do Sul. Eles portavam exames negativos para a Covid-19.

No retorno à África do Sul, o casal se submeteu a novos exames no laboratório localizado no aeroporto de Guarulhos, no dia 25, um dos procedimentos para o embarque em viagens aéreas na pandemia.

Naquele momento, ambos tiveram resultado positivo para a Covid-19, e o fato “foi comunicado ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde de São Paulo”, disse a Anvisa.

O laboratório Albert Einstein fez o sequenciamento genético das amostras e também notificou a Anvisa, nesta terça, de que análises prévias identificaram a variante Ômicron do Sars-Cov-2.

Segundo os protocolos sanitários do país, as amostras serão encaminhadas ao Instituto Adolfo Lutz (IAL), o responsável pela confirmação do sequenciamento genético.

A Anvisa também informou que oficializou o ministério da Saúde e as secretarias municipais e estaduais de São Paulo para que os órgãos adotem as medidas de saúde pública pertinentes.

Casos suspeitos da nova variante, segundo a Anvisa. continuarão sendo monitorados, e os serviços de controle e prevenção da Covid-19 deverão ser reforçados no país.

A entrada do passageiro infectado com ômicron ocorreu um dia antes da notificação em nível mundial da nova variante, realizada pela OMS (Organização Mundial da Saúde), no dia 24.

A entrada dos passageiros também ocorreu quatro dias depois da portaria interministerial do governo de Jair Bolsonaro (PL), que proibiu, de forma temporária, voos com destino ao Brasil que tenham como origem ou passagem a África do Sul, além de Botsuana, Essuatíni, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

A mesma portaria também suspendeu a autorização de embarque para voos ao Brasil de viajantes estrangeiros, procedentes ou com passagem, nos últimos 14 dias antes do embarque, pela África do Sul.

 

Fonte: Infomoney

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui