Maior superlua de 2021 e eclipse lunar acontecem nessa quarta-feira

0
Maior superlua de 2021 e eclipse lunar acontecem nessa quarta-feira
Imagem de Ivan_Franchi por Pixabay

Se existe ou não vida no espaço sempre foi uma indagação de todas as pessoas. Você, acreditando em seres esverdeados que habitam outros planetas por aí no espaço ou não, não poderá questionar uma coisa: a beleza do universo e os fenômenos que ele têm.

Todos os anos, acontecem milhares de eventos astronômicos, como as fases da lua, chuvas de meteoro, eclipses, ocultações, oposições, conjunções e outros eventos interessantes. Alguns eventos que acontecem pode ser vistos a olho nu, outros apenas com a ajuda de telescópios.

O ano passado fez com que nós ficássemos em casa. Mas isso não quer dizer que todo mundo conseguiu ver os vários eventos astronômicos, que aconteceram em 2020. Mas isso não tem problema. Porque todo ano somos sempre contemplados com, pelo menos, alguns deles.

Segundo o calendário astronômico, 2021 irá ser marcado por eclipses, super luas e chuvas de meteoros. Um exemplo disso são os fenômenos que acontecerão nessa quarta-feira, 26 de maio. Será possível ver no céu dois fenômenos simultâneos: um eclipse lunar total e a maior superlua de 2021.

Os eclipses acontecem quando o sol e a lua estão exatamente nos lados opostos do nosso planeta. E quando o alinhamento acontece, a Terra impede que parte da luz do sol chegue até a lua.

Além disso, a atmosfera terrestre também filtra a luz e dá à lua um tom avermelhado. É por conta disso que o fenômeno é chamado por algumas pessoas de “lua de sangue”.

Já uma superlua é o nome dado as luas novas e cheias que acontecem no perigeu, que é o ponto da órbita lunar mais próximo da Terra. Nesse período, nosso satélite natural fica a 363 mil quilômetros de nós. Justamente por ele estar mais parto, a lua parece maior e mais brilhante que o seu normal.

Essa superlua vai ser a segunda desse ano. A primeira aconteceu no dia 26 de abril quando o satélite natural estava a 157 quilômetros mais longe do que agora. De acordo com a NASA, as superluas e os eclipses são fenômenos diferentes e que nem sempre acontecem ao mesmo tempo. “Este mês traz uma oportunidade excelente de aproveitar a vista”, disse o site da agência.

Claro que sempre que um evento astronômico, que pode ser observado a olho nu, acontece nós queremos saber se será possível ver do nosso país. No caso, o eclipse total da lua não poderá ser visto do Brasil. Contudo, na maior parte do território nacional dará para ver um eclipse parcial ou penumbral. Mas a “lua de sangue” poderá  ser vista em qualquer lugar.

Esse eclipse durará 15 minutos e ser visível em parte da América do Sul e na costa da América do Norte. Em algumas partes da América Central e no oeste da América do Sul ele será parcialmente visível.

No Brasil, dentre as capitais onde esse eclipse parcial poderá ser observado estão: Manaus, Campo Grande, Curitiba e Porto Alegre. E na maior parte do país será possível ver somente um eclipse penumbral, que não encobrirá a lua, mas a deixará mais escura que o normal. Entre as capitais que poderão ver o eclipse penumbral estão: Belém, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Fonte: Fatos Desconhecidos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui