DINHEIRO: NUBANK vai dar R$200 para quem usar a nova opção liberada

0
DINHEIRO NA MÃO: Conheça 4 bancos digitais que liberam empréstimos pelo celular
Foto: Reprodução

O Nubank confirmou que vai dar R$200 para quem usar a nova opção disponibilizada pelo banco a partir deste ano de 2021. 

A fintech liberou uma nova opção para os seus clientes: o pagamento por aproximação com o cartão de crédito. Veja como funciona.

Agora o valor limite para pagamentos sem senha passou a ser de R$ 200. Por meio do aplicativo do banco digital o cliente deverá reajustar o limite do cartão de crédito. No entanto, não existe a opção de correção do limite do crédito por aproximação. Sendo assim, cabe ao cliente decidir em ter o novo limite liberado na funcionalidade ou desativar a função.
 
A nova possibilidade permite que os pagamentos aconteçam apenas por aproximação, sem a necessidade de inserir a ferramenta na maquininha e colocar a senha. Essa funcionalidade vale para as modalidades crédito e débito.
 
A ativação da função vai acontecer de maneira imediata. Ou seja, logo após a primeira aquisição com o cartão, quando é inserido na maquininha. Após disso, o cliente poderá usar a tecnologia quando quiser, desde que o estabelecimento disponibilize o equipamento compatível.
 
Vale lembrar que as compras feitas por meio de aproximação são criptografadas com o objetivo de garantir a segurança da transação, uma vez que o uso de senha passa a ser obrigatório para pagamento superior a R$ 200.
 
Quem não quiser utilizar a nova funcionalidade na hora de realizar as suas compras com contactless, aproximação, será necessário seguir os três passos:
 

  1. Acesse o aplicativo Nubank e clique na seta abaixo do seu nome;
  2. Escolha a opção “Configurar cartão”;
  3. Desative “Compras por aproximação”
 
Pronto, seguindo os três passos acima, a função contactless do cartão de crédito será desativada da conta do cliente.
 

Cartão Nubank 2021 e o seu limite

 
No tocante ao limite do cartão da Nubank, o algoritmo do banco avalia o crédito é constantemente alimentado com novas informações.
 
“Buscamos sempre mais dados de mercado para nos ajudar a tomar decisões melhores para o perfil de cada cliente – e, com frequência, fazemos novas análises na nossa base para dar aumentos de limites proativos, por exemplo”, diz a Nubank.
 
A partir do momento que alguém é aprovado para o cartão Nubank, a fintech faz uma projeção dos gastos dessa pessoa, com análises de risco, perfil de uso e ainda utiliza de dados externos, como score (a pontuação usada pelo Serasa, que indica a probabilidade de as pessoas atrasarem ou não o pagamento de uma conta), por exemplo, para definir um patamar inicial e seguro de crédito.


“Esse processo é feito por um algoritmo – um sistema automatizado que analisa todos esses dados e estabelece um limite inicial”.

Fonte: Diário Informativo BR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui